Morreu em Salvador-BA aos 94 anos o ex-governador Roberto Santos

Foto: Reprodução

O ex-governador da Bahia, Roberto Figueira Santos, morreu nesta terça-feira (9), aos 94 anos. A informação foi divulgada pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), instituição que ele foi reitor. Roberto Santos, que também já foi ministro da Saúde, estava internado há cerca de 15 dias em um hospital particular de Salvador por causa de problemas renais.

“Informo aos membros da comunidade UFBA que Dr. Roberto Santos, nosso ex-reitor e nosso grande amigo, acaba de falecer. A UFBA, mais uma vez, está de luto. Expresso aqui nossos sentimentos mais profundos”, escreveu o reitor da Ufba, João Carlos Salles, nas redes sociais.

O governo da Bahia e a Ufba decretaram luto de três dias. O sepultamento está previsto para às 11h30, no cemitério Jardim da Saudade, localizado no bairro de Brotas, em Salvador.

Roberto Santos era médico e professor. Ele governou a Bahia entre 1975 e 1979 e foi ministro da Saúde, durante o governo presidencial de José Sarney, entre 1986 e 1987.

Filho de Edgard Rego dos Santos e de Carmem Figueira Santos, se formou em medicina pela Ufba em 1949 e tornou-se professor titular da instituição em 1951.

Nos Estados Unidos, se especializou em clínica médica, em uma temporada nas universidades de Cornell, Michigan e Harvard (1950-1953). Depois, foi à Grã-Bretanha, onde se especializou em medicina experimental pela Universidade de Cambridge (1954-1955).

De volta ao Brasil, seguiu atuando na medicina e no ensino superior até ser nomeado secretário de Saúde da Bahia, durante os primeiros meses do governo Luiz Viana Filho. Ele abdicou do cargo ao ser nomeado reitor da Ufba (1967-1971), ocupando a mesma posição que foi exercida pelo pai dele, professor Edgard Santos.

Roberto Santos era membro da Academia Baiana de Letras e da Academia Nacional de Medicina. O ex-governador da Bahia também foi fundador da Academia Baiana de Ciências.

Repercussão

Governador da Bahia, Rui Costa

“Com profundo pesar, recebi a notícia do falecimento do ex-governador Roberto Santos. Médico, professor e ex-reitor da UFBA, Roberto Santos deu grande contribuição ao desenvolvimento do estado e deixa um legado de muito trabalho, respeito aos baianos e valorização da ciência. Meus sentimentos aos seus familiares e amigos por esta grande perda”.

Prefeito de Salvador, Bruno Reis

“O governador Roberto Santos teve importância fundamental na história da Bahia. Foi um ser humano comprometido com o desenvolvimento de nosso estado, principalmente com a Educação e Saúde. Quero expressar meus sentimentos aos seus familiares e amigos nesse momento de dor”.

Adolfo Menezes, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia

Durante a sessão desta terça-feira na Alba, o presidente da Casa lamentou a morte de Roberto Santos, destacando que o homem público exemplar que ele foi, sem nenhuma mácula em toda a sua carreira acadêmica e política, um extraordinário governador e com realizações marcantes durante o seu mandato de 1975 a 1979.

Fonte: G1 Bahia

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta