Latam proíbe embarque de passageiros usando máscaras com válvulas

(Foto: Arthuro Paganini/Supec)

A companhia aérea Latam anunciou nessa 4ª feira (17), que vai proibir o embarque de passageiros que estejam utilizando máscaras com válvula para evitar transmissão e contágio do novo coronavírus.

De acordo com comunicado, publicado no site da empresa, a decisão passa a valer a partir de 1º de março. A medida vale para voos regulares e fretados.

Em dezembro, a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou que as máscaras com válvulas permitem que o ar não filtrado escape, “tornando-as inadequadas para prevenir a doença”.

“Essas máscaras são destinadas a trabalhadores industriais, para evitar que poeira e partículas sejam inaladas quando a válvula se fecha na inspiração. No entanto, a válvula se abre na expiração, tornando mais fácil respirar, mas também permitindo que qualquer vírus passe pela abertura da válvula”, declarou a OMS.

A Latam também anunciou a proibição do uso de lenços, bandanas de pano e protetores bucais como máscaras.

“Diante de perguntas dos passageiros, deve-se informar que o objetivo dessa medida é ‘preservar a segurança tanto dos nossos passageiros quanto das pessoas que trabalham na LATAM’”, disse a companhia.

A empresa afirmou ainda que os passageiros que “comparecerem ao embarque com máscara fora do padrão não poderão embarcar se não a possuírem ou substituírem por uma das alternativas permitidas”.

A companhia listou os modelos de máscara proibidos e permitidos. Eis a relação:

MODELOS PROIBIDOS

  • máscaras com respiradores ou válvulas;
  • protetores bucais;
  • lenços, echarpe e bandanas de pano (sem função de máscara).

MODELOS PERMITIDOS

  • máscaras cirúrgicas;
  • FFP2 (KN95) sem válvulas;
  • FFP3 (N95) sem válvulas.
  • máscaras de pano sem válvulas.

Fonte: Poder 360

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta