Escritor Tobias Barreto ganha homenagem com intervenção cultural

A Prefeitura Municipal de Tobias Barreto está realizando o projeto “Transformando Tobias na cidade de Tobias Barreto de Menezes”. O objetivo é fazer com que o poeta, filósofo, escritor e advogado que dá nome à cidade seja lembrado por sua obra.

“Por meio da Secretaria Municipal de Cultura, os artistas tobienses estão realizando intervenções culturais para homenagear Tobias Barreto. Praças, bancos e canteiros da cidade receberão poemas da pessoa que dá nome ao município”, falou a Secretária Municipal de Comunicação Social, Grazielle Rodrigues.

O projeto teve início no dia 19 de janeiro. Não há data prevista para encerrar o projeto já que muitos locais devem ter os poemas gravados e muitos artistas estão se engajando para realizar o trabalho junto com a prefeitura.

“O projeto está tomando dimensão e expansão muito grandes, então não tem data específica para terminar. O projeto está se expandindo por toda a cidade, no município nós temos mais de 300 bancos, então o objetivo é alcançar esses locais”, explicou Grazielle Rodrigues.

O prefeito Dilson de Agripino falou que o trabalho está sendo desempenhado quase sem custos para o município. “Esse é um trabalho onde os profissionais pintores e artistas estão se colocando à disposição sem custo para o município e hoje também já tem os empresários e famílias doando tintas para que este trabalho seja implantado na cidade toda”.

Ele ainda disse que a arte será retratada nos espaços públicos da cidade para que os moradores relembrem a história do seu nome mais importante. “Pinturas que retratam a história de Tobias Barreto de Menezes, a história do nosso filho ilustre. É uma manifestação de alegria de resgate da história, isso é rememorar e colocar eternamente, como é eterno, a história de Tobias Barreto”.

Quem foi Tobias Barreto

Tobias Barreto de Meneses nasceu no dia 7 de junho de 1839, na Vila de Campos do Rio Real. O local se tornou município em 1909, quando recebeu o nome de Tobias Barreto em homenagem ao filho ilustre.

Em 1861, ele se mudou para a Bahia e ingressou no seminário, mas não se adaptou. Estudou Filosofia em Salvador e, em 1862, mudou-se para o Recife onde fez Faculdade de Direito. Ele trocou desafios poéticos com Rui Barbosa, Joaquim Nabuco e Castro Alves, que também eram alunos na época.

Ele passou em um concurso para lecionar na Faculdade de Direito em Recife e, hoje, a Faculdade é conhecida como “A Casa de Tobias”. Tobias Barreto faleceu no dia 26 de junho de 1889, em Recife.

Obras de Tobias Barreto

  • O Gênio da Humanidade, 1866
  • A Escravidão, 1868
  • Ensaios de Filosofia e Crítica, 1875
  • Ensaio de Pré-História da Literatura Alemã, 1879
  • Estudos Alemães, 1880
  • Dias e Noite, 1881
  • Menores e Loucos em Direito Criminal, 1884
  • Discursos, 1887
  • Questões Vigentes de Filosofia e Direito, 1888
  • Polêmicas, 1901.

Fonte: Alese

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta