Depois de encerrada as investigações Polícia Civil prende dois envolvidos em triplo homicídio ocorrido em Simão Dias

Foto: Divulgação/SSP/SE

A Polícia Civil da cidade de Simão Dias, com o apoio operacional do Departamento de Inteligência (Dipol), concluiu a investigação do triplo homicídio ocorrido no município em setembro do ano de 2020 e prendeu Edvania Reis dos Santos, de 30 anos, identificada como contratante do crime, e Cleber Silva Santos, de 36, um dos executores. Na oportunidade, duas mulheres foram atingidas e um homem conseguiu fugir do local.  

Segundo o delegado Clever Farias, na noite do dia 5 de setembro de 2020, Valdenia Bispo da Silva, de 37 anos, Zefira Costa de Jesus, de 36, e José Milton dos Santos, de 37, foram levados para uma emboscada numa estrada vicinal do povoado Lagoa Seca. As duas mulheres foram foram atingidas por vários disparos de arma de fogo, Valdenia morreu no local e Zefira foi atendida, mas ficou paraplégica em razão dos disparos sofridos na região do tórax, enquanto José Milton conseguiu fugir do local sem ser atingido. 

Foto: Divulgação/SSP/SE

“José Milton informou que dois homens, em um automóvel de cor preta levaram as vítimas para a inauguração de um suposto terreiro de candomblé no município. No entanto, os suspeitos pararam o carro em uma estrada de barro e mandaram Valdenia, Zefira e José Milton descerem. Nesse momento, foram efetuado diversos disparos de arma de fogo contra as vítimas, desferidos pelos dois homens”, explicou o delegado.  

A Polícia Civil foi ao local do crime, refez o itinerário dos criminosos, colheu imagens de câmeras e apreendeu o aparelho celular de Zefira, onde constatou-se que uma mulher de nome Vitória, por meio de mensagens, convidou as vítimas para a emboscada, usando o pretexto da inauguração para atrair as vítimas. 

Com o apoio operacional do Dipol, foi constatado que Edvania utilizou o nome falso “Vitória” para planejar o crime. Pela quantia de R$1.500 a investigada contratou os executores, identificados como Mateus Alexandre Simões da Cruz, de 21 anos, e Cleber Silva Santos, de 36. Cleber e Edvania foam presos no dia 2 de fevereiro deste ano de 2021 na cidade de Lagarto, quando confessaram a participação no crime. Mateus, no entanto, ainda encontra-se foragido. 

Edvania tinha um relacionamento amoroso com a filha de Valdenia, o qual foi encerrado, e ela atribuiu esse fim à desaprovação da mãe da sua companheira. Por esse motivo o crime foi planejado, visando reatar o relacionamento amoroso, agindo com extrema frieza e dissimulação no planejamento do delito e posteriormente, quando postou mensagem de luto nas redes sociais, compareceu ao enterro de Valdenia, ajudou a carregar o caixão e, ainda, visitou Zefira após esta receber alta do hospital em estado de paraplegia. 

Edvania, Cleber e Mateus foram indiciados pelo crime de homicídio duplamente qualificado consumado, em detrimento de Valdenia, e duas tentativas de homicídio em desfavor de Zefira e José Milton. A Polícia Civil disponibiliza o número 181, do Disque Denúncia, para o fornecimento de informações que ajudem a localizar o foragido, Mateus Alexandr. O sigilo do denunciante é garantido.

Foto: SSP/SE

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta