Deputado Luciano Pimentel critica aumento de preços nos combustíveis

Foto: ALESE

Na Sessão Extraordinária Mista de terça-feira (9), o deputado Luciano Pimentel defendeu a posição do Governo Federal sobre a troca do comando da Petrobras. A saída de Castello Branco ocorreu dias depois de a Petrobras anunciar novo reajuste para o Diesel e Gasolina. O presidente foi substituído pelo general da reserva Joaquim Silva e Luna. Para Luciano Pimentel, a política de preços de combustíveis que vem sendo adotada pela Petrobras é nefasta para a população brasileira.

O deputado esclareceu que a Petrobras é uma empresa de Capital Aberto, cujo acionista majoritário é o Governo do Brasil (União), portanto salienta não compreender a falta de domínio da empresa sobre a alta dos preços de combustíveis no país. “Hoje, nesta terça-feira, a Petrobras anuncia novo reajuste para o Diesel e Gasolina. A gasolina ficou 8,8% mais cara. Já o preço do litro do óleo diesel subiu 5,2%. Com isso, nos últimos três meses a empresa faturou mais de R$ 60 bilhões”, indignou-se o parlamentar.

Ele continua, e enfatiza que com o aumento do combustível há um aumento circunstancial em todos os demais segmentos, como o de Transporte. “A Petrobras exporta petróleo bruto e o compra depois, em dólar. Invés de ampliar as refinarias, não. Sucateia as refinarias próprias, fazendo desinvestimentos como fez aqui no Estado de Sergipe”, disse.

Esse é o sexto aumento da gasolina só esse ano. No caso desse combustível, o aumento é o quinto no ano. O presidente da Casa Legislativa, Luciano Bispo, apoiou a defesa de Luciano Pimentel sobre o aumento dos preços da gasolina e do óleo diesel.  Bispo disse que o país não suportar passar mais por uma greve dos caminhoneiros. 

Fonte: Por Stephanie Macêdo/ALESE

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta