Em tempos de pandemia deputado Fábio Mitidieri libera 1 milhão em emenda para reformar estádio

Para parte dos políticos sergipanos reforma de estádio no interior do estádio é uma prioridade máxima em tempos de pandemia

Foto: Reprodução

O Estádio Etelvino Mendonça, o ‘Mendonção’, em Itabaiana/SE cidade do agreste sergipano, passará por um processo de revitalização. A reforma será realizada pelo Governo do Estado, por meio de verba federal do Ministério da Cidadania, através da Secretaria Nacional de Esporte, no valor de R$ 1 milhão, disponibilizada a partir de emenda do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD).

A reforma conta com o apoio da superintendente de Esportes do Governo do Estado, Mariana Dantas, que colocou a reforma do estádio como uma prioridade, comemoraram também a decisão de reforma do estádio o deputado estadual Luciano Bispo (MDB) e o prefeito de Itabaiana Adailton (PL).

Não é novidade que o orçamento de uma casa, uma empresa e do estado precisa ser bem avaliado para que os recursos sejam usados naquilo que de fato é mais prioritário, porque geralmente em sua maioria infelizmente as instituições desde a casa de uma família até um país não possuem recursos para fazer tudo que se deseja e assim é preciso fazer aquilo que é mais necessário e mais urgente.

Mas para os políticos citados destinar 1 milhão para reformar um estádio no interior de Sergipe onde o público para futebol é ínfimo é uma prioridade máxima, mais do que urgente, há propósito o campeonato sergipano está acontecendo com os portões fechados sem torcida, sendo assim a reforma é só apara aparecer mais bonito nas transmissões dos jogos.

E esse absurdo está acontecendo em tempos de pandemia período em que o desemprego assola e continuará a aumentar já que as atividades econômicas estão sofrendo restrições sistemáticas no estado de Sergipe (segundo o governo para salvar vidas), já existem pessoas no Estado no nível de passar fome pedindo ajuda humanitária.

Não sou ignorante em dizer que a reforma não serve para nada, é óbvio que no período da reforma vai gerar alguns empregos e de certa forma movimentar a economia local, mas será que esse valor não poderia ser investido em uma atividade tecnicamente mais produtiva e mais prioritária? Perguntar não ofende.

Será que Sergipe não precisa de mais um hospital, mais ambulâncias, mais médicos, mais uma estrada, mais saneamento básico, será que não tem comerciantes precisando desse milhão para salvar seu negócio, será que os professores não estão precisando de smartphone/notebook para as aulas remotas? Acho que não, tudo isso é secundário.

Segundo o deputado federal Fábio Mitidieri um estádio de Futebol é mais importante neste momento, por isso ele destinou uma emenda de R$ 1.000.000,00. Nada contra o futebol, não sou louco em desmerecer o papel socioeconômico do esporte, o mesmo contribui com o lazer das pessoas, empregam pessoas geram renda e etc., mas não vou comer uma pizza com o dinheiro que eu deveria estar pagando a conta de luz.

Por Reinaldo Valverde, Licenciando em História, professor da rede estadual de Sergipe e editor do portal de notícias Simão Dias Como Eu Vejo

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta