Kitty Lima cobra convocação de profissionais de enfermagem aprovados em concurso para o Hospital Universitário de Lagarto

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) aprovou na última quinta-feira, 26, a indicação da deputada estadual e líder da oposição, Kitty Lima (Cidadania), solicitando à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) a convocação de enfermeiros e profissionais de enfermagem aprovados no concurso público de 2019 para reforçar o quadro de profissionais do Hospital Universitário Monsenhor João Batista Carvalho Daltro, na cidade de Lagarto.

O pedido da parlamentar tem como base um documento encaminhado à Alese pelo Conselho Regional de Enfermagem (Coren/SE) acerca de uma fiscalização realizada no Hospital Universitário Monsenhor João Batista Carvalho Daltro que resultou em um Relatório Circuntanciado, onde fora constatado um déficit de 88 enfermeiros e de 188 técnicos e auxiliares de enfermagem, totalmente fora dos parâmetros estabelecidos pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen).

A Resolução N° 543/2017, do Cofen, estabelece parâmetros mínimos para dimensionar o quantitativo de profissionais das diferentes categorias de enfermagem para os serviços/locais em que são realizadas as atividades, e com base nessas informações e a fim de melhorar a qualidade do serviço prestado à população de Lagarto e região, a deputada Kitty Lima solicitou que a EBSERH convoque os profissionais aprovados no concurso realizado em 2019 para reforçar o quadro da enfermagem na unidade.

“O relatório do Coren é bem claro quando diz que o número desses profissionais atuando no Hospital Universitário de Lagarto está abaixo do que determina o Conselho Federal de Enfermagem, o que acaba comprometendo o serviço que é prestado à saúde pública do nosso estado. Estamos pedindo a convocação desses profissionais de enfermagem para que reforcem esse trabalho junto à população. Precisamos acabar com esse déficit o mais rápido possível para não prejudicar a população”,  explicou Kitty.

No documento direcionado à EBSERH, a deputada Kitty Lima expõe um grave problema causado pelo déficit de profissionais de enfermagem na unidade, a sobrecarga. Para ela, “o número insuficiente de profissonais para atender a demanda acaba sobrecarregando os que ali estão e isso reflete negativamente no atendimento oferecido aos pacientes. Com as contratações e adequações necessárias, o serviço de enfermagem poderá oferecer um atendimento mais humano e acolhedor aos anseios das pessoas”.

Fonte: Assessoria Parlamentar

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Deixe uma resposta