Polícia Civil cumpre mandado de prisão por roubo em Lagarto

Cumprimento da decisão judicial ocorreu após abordagem da Guarda Municipal de Lagarto

Foto: SSP/SE


Policiais civis da Delegacia Regional de Lagarto verificaram um mandado de prisão em aberto para Mateus Levi da Silva Bezerra, após informações repassadas pela Guarda Municipal de Lagarto dando conta de que um grupo estaria reunido para a prática de roubo. Cinco homens estavam na porta de uma casa e foi constatado o mandado de prisão contra Mateus. A prisão ocorreu nesta sexta-feira (1º), no bairro Estação.

Ao proceder a abordagem, foi encontrado em poder de Mateus Levi da Silva Bezerra uma arma de fogo calibre 38 com numeração suprimida e cinco munições. Com o suspeito Lucas de Jesus Santos, os guardas encontraram duas pequenas embalagens de substâncias semelhantes à maconha, além de papel seda e isqueiro. A ocorrência foi apresentada à Delegacia Regional de Lagarto.

Os policiais civis da Delegacia Regional de Lagarto verificaram um mandado de prisão em aberto para Mateus Levi da Silva Bezerra, decretado pela 4ª Vara Criminal de Aracaju-SE, decorrente de crime de roubo junto a outras pessoas.

Quanto a Lucas de Jesus Santos, policiais da 1ª e 2ª Divisão, rememoram que ele havia sido autuado em flagrante por crime de tráfico de drogas, recentemente, no dia 20 de setembro, na cidade de Lagarto-SE.

O delegado Felipe Andrade, responsável pela ocorrência, detalhou que foi identificado que os suspeitos tinham contato próximo. “Ao aprofundarmos as investigações, em face dos depoimentos colhidos e interrogatórios prestados, restou evidenciado que os conduzidos eram amigos e havia uma consciência e possibilidade de ambos utilizarem a arma de fogo apreendida com um deles, razão pela qual foram autuados conjuntamente pelo crime do art. 16, §1º, inc.I da Lei nº 10.826/2003″, informou.

“Ao que se refere à droga encontrada, também restou evidenciado, tanto à vista do interrogatório formalizado quanto em consideração ao recente passado criminal de tráfico de drogas, que o indivíduo abordado guardava consigo droga com propósito de venda, incursionando no art. 33 da Lei nº 11.343/2006”, acrescentou o delegado.

A autoridade policial representou pelas prisões preventivas dos autuados, que foram deferidas pelo Juízo de Direito Plantonista. Os suspeitos já se encontram à disposição do Poder Judiciário. As investigações seguirão para aprofundamento da responsabilização de todos envolvidos no fato.

Fonte: SSP/SE

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook
 

Curso Completo para o Concurso de Simão Dias

Deixe uma resposta