Árbitro de Futebol é agredido no Rio Grande do Sul e Casagrande coloca a culpa em Bolsonaro

Foto: Reprodução/Rede Globo

Na última segunda-feira (04), O árbitro Rodrigo Crivellaro foi agredido pelo jogador Willian Ribeiro, atleta do São Paulo de Rio Grande durante partida contra o Guarani em partida válida pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho, o juiz chegou a desmaiar em campo o jogo foi interrompido aos 15 minutos do segundo tempo, o árbitro foi encaminhado ao hospital e o jogador agressor foi preso.

O clube divulgou nota lamentando o fato e informando que o contrato do atleta foi rescindido sumariamente, o Guarani também divulgou nota lamentando o ocorrido.

Depois que a poeira baixou no dia seguinte na terça-feira (05), o comentarista esportivo Walter Casagrande, do grupo Globo, deu uma declaração polêmica sobre o caso. Segundo o ex-jogador, um dos motivos da agressão do jogador ao árbitro em partida de futebol se deve ao fato do país passar por um momento de violência e motivada por uma “semente de ódio” plantada em 2018. Dando uma clara referência ao presidente Jair Messias Bolsonaro, insinuando que o mesmo incita a violência no país.

“Aquilo que aconteceu no Sul é a semente do ódio que foi plantada lá em 2018 e muita gente agarrou. Então, o ódio está dentro da sociedade brasileira. Esse é um dos problemas que nós temos que acabar: é a sociedade que tem que acabar com o ódio”, disse Casagrande.

O ex-jogador é um crítico declarado de Bolsonaro e fica visivelmente irritado se algum atleta manifestar apoio ao presidente, durante a Copa América, o mesmo chamou Neymar de ‘súdito’ de Bolsonaro.

Fonte: Reinaldo Valverde / 79 Esportes

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Curso Completo para o Concurso de Simão Dias

Deixe uma resposta