Cartaz chama atenção em açougue: ‘Osso é vendido, não dado’

Nesta terça-feira (05), uma imagem de um cartaz dentro de um estabelecimento em Florianópolis com a mensagem “Osso R$ 4,00 Kg. Osso é vendido e não dado” viralizou nas redes sociais. A carne é o produto da cesta básica da capital catarinense que teve o maior aumento de custo nos últimos 12 meses.

Após a imagem viralizar, o Procon-SC e a Associação Catarinense de Supermercados (Acats) divulgaram uma nota recomendando que empresas, como açougues e mercados, não vendam ossos.
Segundo o órgão de defesa do consumidor, os ossos devam ser doados, como já ocorria antes, porque a cobrança fere o Código de Defesa do Consumidor.

“No momento de crise que estamos vivendo é até desumano que esses estabelecimentos estejam cobrando por ossos”, diz o diretor do Procon-SC, Tiago Silva.

Fonte: Chico Sabe Tudo

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Curso Completo para o Concurso de Simão Dias

Deixe uma resposta