Incêndio em Gararu: tio-avô dos gêmeos relata como a família enfrenta a tragédia

Nesta última segunda-feira completou um mês desde que a ocorrência de um incêndio deixou o município de Gararu em estado de luto generalizado. No dia 18 de setembro, os irmãos gêmeos Igor e Hugo, de quatro anos, morreram carbonizados em um incêndio na mercearia dos pais.

A mãe das duas crianças, Neutênia Daniele, de 34 anos também acabou falecendo, depois de 12 dias internada na Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ) do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), enquanto tratava de várias lesões e queimaduras que sofreu ao tentar salvar os filhos.

E durante o programa Alerta 99, da rádio Fan FM, o tio-avô dos meninos relatou como tem sido para a família enfrentar as consequências do acidente e agradeceu ao apoio recebido depois da tragédia.

“Agradeço aos amigos, aos profissionais que acompanharam a minha sobrinha lá no Huse, agradecer a todos os sergipanos que se solidarizaram com a nossa dor e pelas palavras de conforto, carinho, todo apoio e acolhimento nesse momento de muita dor. As palavras não são suficientes para descrever o que nós da família estamos vivendo, eu confesso que está sendo muito difícil, só Deus através do tempo nos dará o conforto necessário para que a gente possa seguir”, disse Odilar de Lima.

Até o momento, o inquérito que investiga a causa do incêndio ainda não foi concluído, no aguardo pelas perícias e os laudos colhidos no local.

Fonte: FanF1

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Aço Paris

Deixe um comentário