Jovem queimada viva pelo ex-companheiro em Aracaju relata alívio após a prisão do acusado

Foto: Redes Sociais

Durante o programa Alerta 99 da rádio Fan FM nesta segunda-feira, 08, a jovem Emilly Rione, que está grávida de cinco meses e teve 60% de corpo queimado pelo ex-companheira, comentou como tem sido a recuperação após o crime e quais são suas perspectivas após a prisão do suspeito na última sexta-feira, 05.

O caso ganhou repercussão após a vítima criar um perfil em uma rede social para clamar por justiça pela ocorrência, já que o autor da tentativa de feminicídio foi o próprio pai da criança que carrega. 

“Agora estou bem aliviada pelo fato dele ter sido preso, agradeço a todos que compartilharam, espero que a justiça seja feita e que ele pague pelo o que fez comigo”, disse ela.

O acusado, identificado como José Weverton dos Santos Silva, chegou a ficar quase um mês em liberdade após o crime, que ocorreu no dia 7 de outubro e foi detido no bairro Atalaia, em Aracaju, por policiais do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV).

A jovem, que no momento está internada em hospital da capital, se recupera dos traumas e expôs de que forma os interessados podem ajudar no tratamento

“Vou precisar de ajuda psicológica, fisioterapeuta, dermatologista, uma vaquinha online para me ajudar com os médicos, recuperação, pois os remédios são caros e também pela minha filha”, finalizou Emilly.

Fonte: Fan F1

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Deixe uma resposta