A certeza da salvação

Frequentemente encontro pessoas indignadas com algum crente. Elas dizem que aquilo que mais as aborrece é a presunção dos crentes de afirmarem que já são salvos. Na visão delas, aquilo é uma grande arrogância e soberba.

Toda essa indignação pode ser facilmente compreendida, pois procede de um conceito equivocado a respeito da salvação. A maioria das pessoas acredita que a salvação é pelas boas obras, daí concluem que apenas pessoas muito boas poderiam ser salvas. Baseado nesse conceito, preciso dizer que concordo com elas. Se afirma ser salvo pela sua grande bondade e caráter perfeito, preciso reconhecer que essa pessoas é arrogante e pretenciosa.

Se a nossa confiança em nossa salvação está baseada em nossa nossa confiança em nossos méritos e obras, isso é mesmo arrogância e orgulho. Se alguém diz que está indo para o céu porque pensa que merece entrar no céu, ele é o maior de todos os soberbos.

mas, esse certamente não é o caso dos crentes que declaram ter certeza da salvação. Se ousadamente dizemos que somos salvos, porque o Senhor Jesus, pela Sua graça, nos livrou da condenação do pecado e nos justificou? Então, a nossa certeza é baseada naquilo que o Senhor fez por nós. Nesse caso, não há arrogância alguma, pois não confiamos em nós, mas naquele que nos salvou.

Pr. Aluízio A. Silva (Trecho do livro A certeza da salvação)

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Deixe um comentário