Lixão em chamas no Povoado Santo Antônio em Lagarto coloca em risco à saúde da população

Moradores do Povoado Santo Antônio em Lagarto e adjacências não suportam mais o lixão na região, nos últimos dias o mesmo passou a ter vários focos de incêndios e a fumaça toxica liberada coloca em risco a população local.

De acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (A Lei nº 12.305/10) os lixos já deveriam ter sido extintos desde 2014, a legislação prevê a substituição dos lixões por aterros sanitários os quais tratam de maneira mais adequada os resíduos sólidos.

O lixão a céu aberto é um crime ambiental e um crime para com a vida das pessoas, porque na deposição dos resíduos muitos gases são liberados e esses gases, como o gás metano, se tornam inflamáveis quando entram em contato com o oxigênio, provocando incêndios que soltam fumaça tóxica.

Outro problema é que os lixões atraem animais que transmitem doenças, sendo um local ideal para a sobrevivência de insetos e roedores como moscas, mosquitos, baratas e ratos, além de germes patológicos.

A Prefeitura e Lagarto até o momento não se pronunciou sobre o assunto, o espaço no SDCEV está aberto para o direito de resposta da prefeitura.

Por Reinaldo Valverde / SimaoDiasComoEuVejo.com.br

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Aço Paris

Deixe um comentário