Justiça condena casal a mais de 20 anos de prisão por morte de criança em Simão Dias

Em Júri realizado no último dia 21 de junho, nas dependências do Fórum Governador Marcelo Déda, o Conselho de Sentença condenou os réus José Leandro Santana Santos, 26 anos, e Sara dos Santos, 24 anos, pela prática do crime de homicídio qualificado.

Ela foi condenada a 21 (vinte e um) anos de reclusão e ele 23 (vinte e três) anos e 03 (três) meses. Eram acusados da morte de uma criança de um ano e nove meses em fato ocorrido no dia 29 de outubro do ano de 2017, em residência localizada no povoado Jenipapo, zona rural do município de Simão Dias.

Veja abaixo o que relatava a denúncia:

Relata a denúncia, ofertada às fls. 51/54, que:

“”No dia 29 de outubro de 2017, por volta das 13h, na residência dos denunciados, localizada no Povoado Jenipapo, neste Município, o imputado LEANDRO SANTANA SANTOS, agindo com dolo eventual, agrediu fisicamente a infante Jennifer Yasmin dos Santos Gomes, nascida em 19/01/2016 (1 ano e 9 meses na data do fato), cujas lesões provocadas foram a causa determinante da morte, conforme laudo cadavérico de fls. 38/40. Emerge dos autos que a vítima residia na companhia da genitora SARA DOS SANTOS e do denunciado LEANDRO SANTANA. […] Toda a ação foi praticada na presença da denunciada SARA DOS SANTOS, a qual, apesar do dever jurídico de agir para evitar a produção do evento e da possibilidade de atuar para afastar a ocorrência do resultado naturalístico, absteve-se de qualquer comportamento. […] Consta ainda que, após a agressão, os denunciados deram comida à vítima e deixaram-na chorando sozinha em um dos cômodos da casa, não obstante a sua tenra idade e o fato de encontrar gravemente ferida. Ao perceberem que a vítima havia parado de chorar, dirigiram-se ao quarto onde ela se encontrava e perceberam que ela havia engasgado com alimento. Somente neste momento decidiram levá-la até o hospital da cidade, que a encaminhou para o HUSE, onde a vítima foi recebida com “politrauma, lesão no joelho esquerdo, edema frontal, lesão no grande lábio e na orelha esquerda, além de fratura no fêmur”. Por conta das lesões sofridas, Jennifer Yasmin dos Santos faleceu no dia 09/11/2017 […].”

Laudo cadavérico anexado às fls. 38/40.

Por Portal de Notícias Edelson Freitas

Aço Paris

Deixe um comentário