Acusados de envolvimento na morte do radialista Cláudio Rotay são julgados em Tobias Barreto


O ex-prefeito de Tobias Barreto Diógenes Almeida e um homem identificado como José Pereira de Souza, acusados de envolvimento na morte do radialista Cláudio Rotay, em 2002, estão sendo julgados nesta terça-feira (2), no fórum da cidade.

A vítima foi morta em um bar, com dois tiros no peito e um na cabeça, na noite do dia 17 de junho, quando três motoqueiros encapuzados passaram atirando. Na ocasião, um segurança do radialista morreu e outro ficou ferido. A suspeita era que o crime seria encomendado.

Na época, Rotary tinha 33 anos e era pré-candidato a deputado estadual. Ameaças contra o radialista costumavam ser gravadas e levadas ao ar em seu programa.

Durante as investigações do crime, dois suspeitos de efetuar os disparos foram encontrados mortos. Ninguém foi preso. (Fonte: G1/SE)

Aço Paris

Deixe um comentário