Vice-Governadora de Sergipe apresenta Campanha Destinar à cidade de Feira de Santana/BA

O objetivo da iniciativa é incentivar a população a destinar parte do seu Imposto de Renda para o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente e para o Fundo dos Direitos do Idoso

Foto: Governo de Sergipe

Em virtude dos bons resultados atingidos pela Campanha Destinar no Estado de Sergipe, a vice-governadora Eliane Aquino, juntamente com o Delegado da Receita Federal em Sergipe, Marlton Caldas, foram convidados, nesta sexta-feira, 26, para apresentar a Campanha Destinar a representantes da cidade de Feira de Santana/BA. 

O encontro, provocado pela Delegacia da Receita Federal da cidade de Feira de Santana, contou com a presença de representantes da Ordem dos Advogados da Bahia, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Secretaria Municipal da Fazenda de Feira de Santana e Conselho Regional de Contabilidade de Feira de Santana. 

Para a vice-governadora Eliane Aquino, a Campanha Destinar faz parte de uma mudança de cultura da população, que começou no estado de Sergipe e também tem grandes possibilidades em Feira de Santana. “Quero inicialmente agradecer pelo convite e dizer que para o Estado de Sergipe é um grande orgulho poder compartilhar conhecimento com os nossos irmãos baianos. Desde quando eu trouxe a ONG Missão Criança para Aracaju, já sabia da força que as entidades não governamentais baianas tem, então eu acredito que muito pode ser feito pelas crianças e adolescentes de Feira de Santana. Realmente é necessário superar alguns obstáculos, como comunicar com eficácia a possibilidade da destinação de parte do imposto de renda, mostrar a lisura da campanha e, de forma prática, como o valor arrecadado foi utilizado. Com com perseverança é possível ampliar o trabalho ano a ano”, assegurou a vice-governadora. 

“É sempre prazeroso para nós tratar da Campanha Destinar. Nós podemos dizer que um dos segredos deste trabalho está em envolver diversos órgãos parceiros, o que torna o raio de alcance das informações muito maior. Atualmente, nós temos o apoio  de órgãos como o Ministério Público de Sergipe, Tribunal de Justiça, Ordem dos Advogados do Brasil, Sindifisco, Ministério Público Federal, Tribunal Regional do Trabalho 20ª Região, Assembleia Legislativa de Sergipe e Câmara de Vereadores de Aracaju, que compõem um grande time engajado na destinação de recursos. Tenho certeza que em Feira de Santana não será diferente!”, elencou o delegado da Receita Federal em Sergipe, Marlton Caldas. 

O delegado da Receita Federal na cidade de Feira de Santana, Samuel Pereira, explicou que apesar de um potencial de R$13 milhões em arrecadações, levando em consideração o número de 33 mil contribuintes que realizam a declaração do Imposto de Renda pelo modo completo, os recursos adquiridos para os Fundos da Criança e do Adolescente ainda são muito pequenos. “Nós arrecadamos, no último ano, pouco mais de R$100 mil, então precisamos juntos traçar uma estratégia de tal forma que possamos realizar uma campanha que destine recursos a projetos tão nobres e importantes como os encabeçados pelas entidades não governamentais aqui da nossa cidade. Só temos a agradecer pela presença dos nossos irmãos sergipanos pela oportunidade de conhecer um pouco mais desta campanha de destinação que é um sucesso em Sergipe”, pontuou. 

“Além da qualidade da campanha, quero reforçar também a importância do material publicitário que os organizadores da iniciativa em Sergipe realizaram. Nós vamos pedir à agência que nos atende para produzir peças publicitárias que reforcem como esse valor destinado pode mudar a vida de tantas crianças e adolescentes atendidas pelas entidades”, explicou Antônio Carlos Borges, secretário Municipal de Desenvolvimento Social de Feira de Santana.

Campanha Destinar

A campanha Destinar teve início em Sergipe no ano de 2017, com as tratativas entre os órgãos parceiros Prefeitura de Aracaju, através da então vice-prefeita Eliane Aquino, Receita Federal de Sergipe e Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe. Ao longo dos anos, junto com o número de parceiros envolvidos na iniciativa, a arrecadação destinada aos Fundos Municipais e Estaduais teve crescimentos bastante significativos, saltando de R$288 mil em 2018 para cerca de R$500 mil em 2019 e mais de R$700 mil em 2020. A expectativa é que no ano de 2021 a arrecadação alcance R$1 milhão.

Fonte: Governo de Sergipe

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta