Mais de 5 mil professores de Sergipe recebem 5 mil reais para compara de aparelhos tecnológicos

Foto: Maria Odília/Seduc

O projeto Educação Mais Conectada, lançado pelo Governo do Estado e aprovado pelos deputados estaduais em 2021, está beneficiando professores da rede estadual de ensino com auxílio de 5 mil reais para compra de equipamentos de informática ou dispositivos móveis, a exemplo de desktop (computador de mesa), notebook, smartphones ou tablets, com configurações de acesso à internet e com capacidade de reproduzir conteúdo multimídia e acessar aplicativos de comunicação.

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), 5 mil 619 professores aderiram ao programa, cujas inscrições foram feitas no período de 1º a 30 de julho de 2021, após a regulamentação da Lei nº 8.847/2021.  Para esses profissionais, além do repasse de 5 mil reais em parcela única para a aquisição de equipamentos novos de informática ou dispositivos móveis, a propositura prevê a quantia de 70 reais mensais para o pacote de dados da internet.

O professor que receber o auxílio, terá o prazo de 90 dias, contados a partir da data do seu recebimento, para comprovar a aquisição do equipamento novo de informática ou dispositivos móveis. No que se refere ao plano de internet, o docente deverá obrigatoriamente comprovar a contratação do plano ou que já possui contrato de serviço de internet.

Suporte

O suporte técnico aos professores que aderiram ao Educação Mais Conectada, foi dado pela Seduc, por meio do Departamento de Educação (DED) e do Núcleo Gestor das Escolas de Tempo Integral (NGETI), com apoio às diretorias regionais de educação (DREs) quanto ao acompanhamento do envio dos documentos pelas escolas e quanto ao esclarecimento de eventuais dúvidas sobre o preenchimento do formulário pedagógico.  A Seduc  também fez a revisão da documentação enviada pelas diretorias regionais, encaminhando à Comissão Especial, para que se procedesse a consolidação dos dados remetidos ao Departamento de Administração e Finanças (DAF) para a efetivação dos depósitos nas contas dos beneficiários.

Protocolos

O projeto recomenda que durante o período de 36 meses, os professores que aderirem ao Educação Mais Conectada deverão cumprir os protocolos de utilização do equipamento e deverão contribuir com ações para a melhoria efetiva dos indicadores escolares em sua escola; subsidiar o Programa Estude em Casa na produção e disponibilização de conteúdos e atividades pedagógicas, bem como nas atividades definidas pela Seduc; realizar atividades compatíveis com as novas tecnologias existentes; e desenvolver as funções educacionais de forma a favorecer a criação de novos meios de acesso e apresentação da informação.

O programa Educação Mais Conectada, visa garantir a efetiva continuidade do Programa de Inovação Educação Conectada, no âmbito da Secretaria de Estado de Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), ao instituir a ajuda de custo e auxílio-internet para os professores da rede estadual de ensino enquanto durar a pandemia da Covid-19. A previsão de investimento é de cerca de 40 milhões de reais em tecnologia, para facilitar o trabalho do professor e o aprendizado do estudante. 

Fonte: Alese

» Acompanhe nossas noticias pelo Instagram e Facebook

Aço Paris

Deixe um comentário