“Não houve crime”, na acusação de suposta “importunação sexual” contra o prefeito de Simão Dias, diz Delegado

Caso em relação a importunação sexual que envolve o prefeito de Simão Dias No início da tarde desta quinta (21), o delegado de Polícia Civil de Simão Dias, Clever Farias, em entrevista à rádio Tropical FM, no programa Tropical Notícias, informou que foi registrado Boletim de Ocorrência pela Srª Mikaelly Dias acerca de possível crime cometido pelo prefeito de Simão Dias.

“Os fatos trazidos e registrados no Boletim de Ocorrência não conotam crime e não poderá ser investigado por esse departamento”, afirmou Farias. Ainda segundo o delegado, ‘as conversas entre o prefeito de Simão Dias, Cristiano Viana e a jovem Mikaelly, foram fragmentadas e, possivelmente, houve uma indução na conversa’, destacou.

Na entrevista ficou explicitado que não houve crime de importunação sexual ou assédio, assim, não preenchendo requisitos da lei e toda essa repercussão deu-se apenas por se tratar de uma pessoa pública. Os fatos narrados até o momento não serão apurados por não se tratar de crime e caso as partes envolvidas desejem podem buscar reparações apenas cíveis.

Aço Paris

Deixe um comentário